Natália
Vocês já devem ter ouvido falar sobre adotar hospitais, bibliotecas e até mesmo árvores (para quem não tem espaço para plantar uma). Várias iniciativas são criadas ao redor do mundo, todos os dias, para que as pessoas possam ajudar alguma causa, sem precisar dispor de muito tempo, já que muitos não o têm. Em geral, "adotar" alguma coisa é se comprometer a fazer doações com determinada frequência.

Mas hoje eu encontrei uma proposta que me deixou bastante curiosa: ADOTE UM ESCRITOR.

A proposta, criada pela escritora e jornalista Nara Vidal, tem como objetivo promover a cultura nacional.
Hoje em dia, muito se fala sobre divulgar a nossa literatura, lendo, resenhando e divulgando autores brasileiros. Muito se fala, mas pouco se faz. Sejamos honestos: quantas pessoas não pensam "a sinopse do livro de tal autor é legal, se ele aceitar parceria comigo ou se eu ganhar o livro em algum sorteio, eu leio"? Mas, ei!, por que você mesmo não compra? Tenho certeza que os livros internacionais que estão na sua estante são até mais caros do que a maioria dos nacionais que você quer ganhar.
Não estou recriminando quem pede parceria com autores e participa de promoções (principalmente porque eu tenho autores parceiros e participo de muitas promoções!), mas um escritor precisa ganhar dinheiro para sobreviver e, assim, escrever mais livros. E como um escritor ganha dinheiro? Quando compram os livros dele.

Não pretendo convencer ninguém a comprar todos os livros nacionais que encontrar pela frente. Na verdade, o desafio de adotar um escritor é bem simples. Você escolhe um autor para cada mês e compra um livro dele. Só.

Eu já decidi participar! Aproveitando que junho é o mês do livro nacional do Desafio Literário 24/12, eu pretendo comprar Pobre Não Tem Sorte, da Leila Rego, em abril, e A Batalha do Apocalipse, do Eduardo Spohr, em maio, ambos para ler em junho.

Se forem participar, não se esqueçam de avisar quem é seu adotado!
1 Response
  1. Olá!

    Apesar de a grana estar mais do que curta, gostei da proposta e vou tentar participar.

    Abraços!


Postar um comentário