Natália
Essa resenha faz parte do Desafio Literário #3. Para acompanhar o meu progresso em todos os Desafios de 2011, clique aqui.

As Crônicas de Gelo e Fogo: A Guerra dos Tronos (George R. R. Martin): Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon, não desconfia que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque desconfia que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha - uma cruel mulher do clã Lannister. E sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda a sua família.Quem vencerá a guerra dos tronos?
(sinopse: orelha do livro)



"A guerra dos tronos é a mais importante obra de fantasia desde que Bilbo encontrou o anel."
- SF REVIEWS
Não preciso dizer que a referência, acima, à obra de J. R. R. Tolkien teve uma grande influência na hora de decidir se leria ou não A Guerra dos Tronos, não é? Adicione o fato de eu ser apaixonada por épicos, de preferência os que se passam em lugares imaginários, e o primeiro volume de As Crônicas de Gelo e Fogo se tornou meu objeto de desejo imediato. Demorei um bocadinho para lê-lo, porque o preço não era exatamente atrativo - provavelmente por causa do tamanho da obra.
Mas a espera só aumentou as expectativas e, felizmente, elas não foram decepcionadas. George R. R. Martin é o meu mais novo queridinho e seu livro ganhou lugar entre os favoritos. Com uma história densa, repleta de personagens cativantes ou adiáveis, a trama envolve o leitor do início ao fim. As explicações sobre quem é quem e as relações que cada família tem com as outras são explicadas no decorrer da ação, bem como a última guerra pelo Trono de Ferro, quando os Targaryen foram subjulgados e Robert Baratheon ascendeu à posição de Rei dos Sete Reinos.
Aviso: existem MUITOS nomes, de pessoas e lugares, na história. Talvez você precise fazer uma listinha com os principais, para não se esquecer. Eu fiz uma, mas só usei no começo. Aos poucos fui acostumando com todos os nomes e sobrenomes.
A narrativa é integralmente em 3ª pessoa, mas a cada capítulo o foco está em uma personagem diferente, especificada no título. Eddard Stark (Ned), sua esposa Catelyn Tully, seu filho Bran, as filhas Sansa e Arya, e o bastardo de Ned, Jon Snow, são os que protagonizam capítulos. Do clã Stark, apenas o mais velho e herdeiro de Winterfell, Robb, e o mais novo, o pequeno Rickon, não têm capítulos para si.
Além deles, Daenerys Targaryen (Dany) e Tyrion Lannister também são os protagonistas de seus capítulos. A primeira é a irmã mais nova de Viserys, o verdadeiro herdeiro do trono, já que seu irmão mais velho, Rhaegar, foi morto quando os Targaryen perderam a guerra. Dany e Viserys fugiram para as cidades livres, através do mar, para fugir do alcance do novo rei. Já o segundo é irmão da rainha Cersei Lannister, esposa de Robert Baratheon. Ao contrário da irmã e do gêmeo dela, Jaime, Tyrion não é belo e elegante. Ele é um anão coxo com olhos desiguais, a quem os outros chamam de Duende.
Tendo acesso a todos esses pontos de vista, sabemos sobre as desconfianças dos Stark em relação à rainha e a todos os Lannister, descobrimos um pouco sobre os Lannister, já que nem mesmo Tyrion recebe todas as informações, por ser considerado inferior, e acompanhamos o desenrolar do plano de Viserys de usar Dany para conseguir um exército capaz de derrotar o Usurpador (como ele chama Robert) e retomar o reino para si.
Não posso falar muito para não soltar spoilers, mas posso adiantar que, enquanto algumas personagens são indiscutivelmente carismáticas, outras são odiosas e desprezíveis e me faziam querer bater nelas! Haha.
Um livro super recomendado para quem gosta de uma boa trama cheia de intrigas, batalhas, traições, cavaleiros, covardes e muito, muito mais.
Acho que não consegui colocar nessa resenha toda a minha empolgação, mas é que eu estou tentando não contar informações importantes!!
Meus personagens favoritos são Jon, Arya, Dany e o Drogo. Também adoro Theon Greyjoy, protegido do Lorde Stark, e Catelyn, apesar de não concordar com algumas atitudes dela. Ah, e eu amo o Tyrion, apesar de torcer contra ele. É, de longe, o cara mais inteligente do livro. Não posso esquecer do Hodor (Hodor!) e dos lobos, em especial o Fantasma! E o Velho Urso. E Jorah Mormont. E o Sam e o Pype.
Vocês devem estar pensando "Ela gosta de todos os personagens!", mas não é verdade. Eu odeio a Cersei, o Jaime, o Joffrey, a Sansa (aquela estúpida, sonsa!) e o Viserys (aquele... aquele... monstro!).
Tá bom, melhor eu parar por aqui antes que eu realmente solte spoiler. HAHA.

Título Original: A Game of Thrones
Autor: George R. R. Martin
Editora: Leya


Desafio literário anual hospedado pelo blog My Everything, com o objetivo de promover a interação entre blogs e leitores, além de mostrar os livros a serem adquiridos em 2011. Para participar ou saber mais, clique aqui.
1 Response
  1. DeFatto! Says:

    "Eu odeio a Cersei, o Jaime, o Joffrey, a Sansa (aquela estúpida, sonsa!) e o Viserys (aquele... aquele... monstro!)."

    2 votos.
    E a Caty é uma chatinha por tratar o Jon tão mal :@

    É muito bom, não é? Fala sério :O
    Ainda não terminei, semana passada foi uma loucura aqui. Mas, meus preferidos são Jon, Arya e Dany. Ah, e o Ned. O Ned é foda, com o perdão da palavra.
    E os lobos me fazem chorar, é triste mas é a verdade. Lady. Parei. Eu morro de orgulho deles, o Fantasma e o Verão são meus preferidos e esqueci do Bran nos meus personagens queridos ;s
    E são muitos mesmo, é muita informação todo o tempo, é de explodir cabeças.

    Beeijos,
    Celle
    Três Lápis


Postar um comentário