Natália
Hora da Pipoca é o espaço reservado para falar de filmes! A Família Ancalimë é particularmente apaixonada por cinema, então temos de tudo: vários reviews, trailers, fotos etc.

Uma das estreias mais esperadas do mês, A Rede Social (The Social Network), dirigido por David Fincher (o homem por trás de grandes sucessos como Seven, Clube da Luta e O Curioso Caso de Benjamin Button), agradou a muitos, mas está longe de ser o filme do ano. Mesmo com um roteiro bem escrito, que soube explorar a apresentação dos fatos não-cronologicamente, e atuações de respeito de Jesse Eisenberg, Andrew Garfield e (até mesmo) Justin Timberlake, o longa se torna, em muito momentos, lento e cansativo.
A história narra os fatos que resultaram na criação do site Facebook por Mark Zuckerberg (Eisenberg) com a ajuda financeira do brasileiro Eduardo Saverin (Garfield) - embora sua nacionalidade não tenha sido enfatizada no filme - e as consequências do repentino sucesso da rede.
Ainda que alguns defendam a ideia de que Zuckerberg fosse um gênio-nerd-excluído, logo na primeira cena ficou visível seu caráter que, no decorrer da história, se torna ainda mais marcante. Ambicioso, arrogante e egoísta, com uma ilusão de superioridade perante todos ao seu redor, ele não hesita e não se arrepende (pelo menos, não declaradamente) de usar e descartar os outros. E o ator não deixa nada a desejar na hora de fazer o público detestar sua personagem e, assim como Timberlake, no papel do oportunista Sean Parker, consegue expressar absoluto desprezo por quaisquer questões éticas ou morais.
No entanto, várias sequências são monótonas e não levam o enredo a diante, tornando o ritmo bastante prejudicado, como algumas cenas dos gêmeos Winklevoss (Armie Hammer), que parecem estar ali apenas para dar um toque cômico ao filme. Além disso, o uso constante de termos técnicos das áreas de informática e negócios deixam vários espectadores perdidos nos diálogos.


3 pipocas

Marcadores: , | edit post
1 Response
  1. Sabes que eu não tenho a mínima vontade de ir ver esse filme???

    Não acho que seja um história realmente interessante,mas o filme foi uma bela jogada de marketing.

    =**


Postar um comentário