Natália
Hora da Pipoca é o espaço reservado para falar de filmes! A Família Ancalimë é particularmente apaixonada por cinema, então temos de tudo: vários reviews, trailers, fotos etc.
E o review de hoje é do terceiro filme da saga As Crônicas de Nárnia - A Viagem do Peregrino da Alvorada.




Sobre a obra de C. S. Lewis...


As Crônicas de Nárnia é formado por 7 livros semi-independentes entre si. São eles: O Sobrinho do Mago; O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa; O Cavalo e seu menino; Príncipe Caspian; A Viagem do Peregrino da Alvorada; A Cadeira de Prata; e A Última Batalha.


Sobre os filmes anteriores...


Em O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa, descobrimos Nárnia junto com os irmãos Susana, Pedro, Lúcia e Edmundo e acompanhamos sua jornada para livrar os narnianos do poder da Feiticeira e se tornarem reis e rainhas do lugar. Já em O Príncipe Cáspian, os quatro irmãos, agora mais velhos, voltam a Nárnia para ajudar um certo príncipe a retomar seu trono.




A Viagem do Peregrino da Alvorada se passa anos depois da aventura anterior. Susana e Pedro são adultos e não vão para Nárnia desse vez, deixando os holofotes para Edmundo, a não mais tão pequena Lucia e seu primo, o reclamão Eustáquio. Encontram novamente Caspian, que agora é rei, e ajudam-no a enfrentar um mal que começa a se espalhar pelo mundo.
A história se foca nas falhas das personagens (o que os gregos chamavam de defeito fatal, responsável pela ruína dos grandes heróis) e suas lutas internas para superarem suas próprias limitações. Lucia já não é uma garotinha e não quer ser vista como uma. Ela deseja ser bonita e atrair olhares, assim como sua irmã mais velha. Edmundo está cansado de ficar em segundo plano. Quer tomar as responsabilidades e os perigos todos para si, já que é seu dever como rei. Afinal ,ele também é um rei.
Eustáquio, apesar do começo como coadjuvante, ganha destaque ao longo do filme. No papel de narrador, ele nos deixa acompanhar as mudanças em seus pensamentos conforme a aventura se desenrola. Durante a cerca de 1h40min que passamos no cinema, presenciamos um amadurecimento incontestável na mentalidade do garoto.
Aslan, apesar das poucas aparições, continua sendo o ponto alto do longa. As implicações que as atitudes e as falas da personagem detém podem ecoar diferentemente na cabeça de cada um. Embora seja fato conhecido que essa não era a intenção de Lewis (o autor sempre deixou explícita sua fé católica e a representação de Jesus Cristo na forma do leão), acredito que (quase) toda forma de interpretação seja válida.




5 pipocas
Marcadores: , | edit post
3 Responses
  1. DeFatto! Says:

    Sou apaixonada pelas Crônicas de Nárnia, só ainda não li o livro, mas lerei, com certeza.

    Te indicamos pra 'Tagged' no Três Lápis, http://treslapis.blogspot.com/2010/12/selado-e-taggeado.html

    Beijos,
    Zoe, De Fatto & Três Lápis


  2. Eu quero muito ler os livros,menina do céu!


  3. Eliza Grint Says:

    Só aceito formas de interpretação que o consideram Jesus u.u HUAHSUAHUSHAUSHUASHUAHU Ele é tão lindo *-*


Postar um comentário