Natália
Hora da Pipoca é o nosso espaço reservado para falar de filmes!


O Ritual (The Rite)

Apenas duas palavras foram necessárias para que eu tivesse certeza que precisava ver esse filme: Anthony Hopkins. Não sei se é uma exigência do ator, ou se realmente só chegam roteiros bons em suas mãos, mas o fato é que, analisando toda a sua longa carreira, pouquíssimas vezes podemos nos perguntar 'por que ele aceitou fazer esse filme?'. O papel que lhe rendeu o Oscar de melhor ator, Hannibal Lecter, em O Silêncio dos Inocentes, é o mais ilustre exemplo de como Hopkins encarna personagens sádicos com maestria ímpar.


Mas, puxação-de-saco elogios à parte, vamos ao filme em questão.

Nessa história baseada em fatos reais, o estreante Colin O’Donoghue (esse é seu primeiro filme, mas fez o seriado The Tudors) interpreta Michael Kovak, um rapaz que entra no seminário para sair da casa do pai, que trabalha preparando cadáveres para o enterro (dentro da própria casa!). Pouco antes de fazer os votos e se tornar um padre, ele tenta desistir da vida religiosa, alegando ter dúvidas sobre sua própria fé, mas por insistência de um padre mais velho que vê nele muito potencial, acaba aceitando ir para Roma e fazer um curso para exorcismos.
Como Michael se mostra cético com relação à possessão demoníaca durante o curso, é mandado para conhecer Padre Lucas Trevant (Hopkins), um experiente e nada ortodoxo exorcista. Enquanto acompanha o trabalho de Lucas, Michael começa a questionar Deus, o Diabo e sua própria sanidade.
Anthony Hopkins
Embora seja classificado como um filme de terror, o clima é mais de suspense em boa parte do longa. Os sustos são muitos, é claro, e algumas pessoas até saíram do cinema antes do fim, mas não chega a ser aterrorizante como boa parte dos filmes sobre o assunto tenta ser. O roteiro é bem descrito, a história flui com facilidade e algumas cenas têm até um pouco de humor, para quebrar o clima tenso.

Colin O'Nonoghue e Alice Braga
 As atuações são impecáveis. Além das performances brilhantes de Anthony Hopkins e o protagonista O'Donoghue, os destaques são a atriz italiana Marta Gastini, no papel de Rosaria, uma jovem grávida que está possuída, e a brasileira Alice Braga, que interpreta a jornalista Angeline.

Marta Gastini


5 pipocas



Marcadores: , | edit post
2 Responses
  1. thaic. Says:

    o Anthony Hopkins sozinho de pé numa sala já me dá arrepios, imagina num filme desses. Preciso ver. Mas preciso de companhia também, por que eu sou uma medrosa, rs.Adoro.
    Beijo, beijo,
    Thai.
    ~TrêsLápis~


  2. eu queria e não queria ver esse filme..Queria pq o assunto é elgal, mas eu sei que vou me assustar!


Postar um comentário