Natália
Para quem não sabe sobre o Desafio Literário de ler 24 livros em 2011 que eu estou participando, clique aqui.


O tema de março é romance policial e foi o mês mais difícil de escolher os livros, até agora. Na verdade difícil não foi escolher, e sim abrir mão da minha primeira opção. Você deve estar se perguntando porque eu abri mão das minhas escolhas, e eu explico.
Eu queria ler Dexter - A Mão Esquerda de Deus (Jeff Lidsay) e Tequila Vermelha (Rick Riordan), mas infelizmente não tenho dinheiro para comprá-los agora. Em compensação, uma amiga me emprestou um box com três livros de Agatha Christie, ou seja, não tive outra opção além de desistir de Dexter e Tequila Vermelha em favor dos livros da Agatha.
Mas creio que não sairei no prejuízo.






A Morte no Nilo
A parte principal deste romance desenvolve-se a bordo de um barco, que navega pelas águas do Nilo, em cujas margens se levantam ruínas milenárias, restos de uma civilização dedicada ao culto dos mortos; e lá nesse ambiente fúnebre, uma deslumbrante garota, que tinha tudo - juventude, beleza, riqueza e felicidade —, perde tudo, num repente, ao ser assassinada na sua cabine. O assassinato foi cuidadosamente planejado, para que seja impossível descobrir o assassino, quem teve a má sorte de que Hercule Poirot estivesse de férias no Egito, e pudesse investigar seu crime - aliás, seus crimes, porque há mais de um — com uma maior atenção da que se tinha empregado em cometê-los. Para aumentar a intriga e o suspense, sabemos que entre os passageiros do Karnack, se encontra um famoso assassino profissional, que é perseguido pelo Coronel Race, amigo de Poirot e sagaz agente do Serviço Secreto inglês.

O Natal de Poirot
Véspera de Natal. A reunião da família Lee é arruinada pelo barulho ensurdecedor de móveis sendo destroçados, seguido de um grito agudo e sofrido. No andar de cima, o tirânico Simeon Lee está morto, numa poça de sangue, com a garganta degolada. Mas quando Hercule Poirot, que está no vilarejo para passar o Natal com um amigo, se oferece para ajudar, depara-se com uma atmosfera não de luto, mas de suspeitas mútuas. Parece que todos tinham suas próprias razões para detestar o velho...


3 Responses
  1. Mari Says:

    Morte no Nilo eu nunca li, mas O Natal de Poirot é maravilhoso!
    Aliás, Poirot é maravilhoso. Acho que a melhor sacada da Agatha foi ele.

    Enfim... Boa leitura!

    http://letraslivros.blogspot.com


  2. Miriam. Says:

    Eu tenho esse box! Comprei da AVON, e é mara.

    Agatha é diva, a melhor escritora de romance policial! Você não saiu perdendo não...


  3. Eu fui nessa de ler livros pelo nome, tentei experimentar Agatha Christie mas fiquei com um gosto ruim na boca. Li um dos livros da série Miss Harple e acho que peguei no meio da saga. Sei lá, não leria outra vez. Fiquei com uma certa ressaca.

    Beijos =D
    Matheus Goulart.
    # Bobagens e Livros
    ( www.bobagenselivros.blogspot.com)


Postar um comentário